Pular para o conteúdo

Semana passada nós colocamos no ar aqui no canal um vídeo que praticamente viralizou, hoje já está praticamente 160 mil visualizações, esse vídeo tinha como título “O Fim da Energia Solar” e “A Energia Solar Está Ameaçada Aqui no Brasil”. E realmente ela está muito ameaçada. Agradecemos a você que contribuiu imensamente para que esse vídeo chegasse ao máximo de pessoas possível.

Esse vídeo ele vem crescendo a cada dia que passa. Isso é sinal de que as pessoas estão se inteirando do assunto, entendendo a gravidade do problema que está passando em sua frente, e hoje estamos aqui nesse vídeo para explicar um pouco mais para você realmente entender o porquê o nosso sistema de energia solar fotovoltaico, principalmente o on-grid está ameaçado. O off-grid não está, mas nós vamos falar sobre off-grid no outro artigo.

Vamos explicar o porquê que ele por enquanto não corre esse risco. Pode ser que mais à frente queiram criar alguns empecilhos também para o off-grid, mas por enquanto não.

Energia on-grid ameaçada?

Então, nesse vídeo, vamos explicar para você um pouco do porquê que isso pode acontecer. Do porquê que está ameaçado. Vamos explicar aqui a composição da sua conta de energia. E com a explicação que te daremos,  vamos fazer algumas ressalvas. E depois mostraremos para você um documento da ANEEL que diz qual é o papel da ANEEL e aí vocês vão entender realmente o porquê dessa preocupação e desta indignação!

Teve bastante comentário de pessoas não concordando, isso é normal. Nós estamos numa democracia. Concordamos com uma coisa, você não concorda, mas com esse vídeo você vai entender um pouco melhor do porquê que nós estamos com o sistema fotovoltaico, principalmente on-grid, ameaçado aqui no Brasil.

O problema dos labbies

Dissemos no vídeo passado que isso é devido aos grandes lobbies. E você vai entender aqui realmente o porquê disso. E, assim como no vídeo passado, vamos te convidar a deixar a sua opinião aqui embaixo nos comentários e também compartilhar esse novo vídeo junto com o da semana passada.

Vamos fazer com que esse vídeo também chegue ao máximo de pessoas possível, porque ele é de extrema importância para que as pessoas entendam a composição da sua conta de energia. Só assim você vai ter subsídios o suficiente, ou seja, você vai ter informações o suficiente para poder pleitear e questionar os seus direitos. Aquilo que você pode brigar de uma forma legal para que outras pessoas também entendam sobre isso.

Então vamos lá, compartilhe o máximo que você puder e deixe sua opinião aqui embaixo nos comentários sobre o que você acha desse assunto é, com certeza, muito válido todos os comentários.

Vamos ao vídeo!

Vamos supor que você precisa fazer uma transferência mas não sabe o número do código Santander do seu destinatário. Saiba como funciona as transações entre bancos distintos.

O código Santander para transações DOC e TED é o 033. Esse código poderá ser solicitado quando você faz tanto pagamentos, quanto transferências.

Essa informação deve ser preenchida com muito cuidado, uma vez que pode ocorrer do valor ser devolvido. Outrossim, não só o código Santander deve estar correto, como também os dados do destinatário e o valor da conta e agência.

Quando você tenta fazer um pagamento através do DOC ou TED no dia do vencimento e alguma informação é digitada errada, o TED ou DOC é devolvido. Sendo assim, a conta não será paga e você poderá pagar multas e juros por esse motivo.

Quais as diferenças entre o DOC e o TED?

Doc significa Documento de Ordem de Crédito. Através dele, você poderá transferir até R$4.999,99 para contas em bancos diferentes do qual você trabalha.

No DOC o dinheiro também não é recebido no mesmo dia da transferência e você terá que aguardar pelo menos 1 dia útil.

Já o TED funciona para valores acima de 5 mil até 30 mil reais. Ele significa Transferência Eletrônica Disponível e a transferência é completada na hora que ela é feita.

Se você fizer alguma transferência TED utilizando o código Santander, verifique o horário de funcionamento do banco, que pode ser diferente do horário das outras instituições financeiras.

Quanto custa a transferência DOC ou TED por meio do Santander?

Os valores das transferências também podem variar, de acordo com a instituição bancária. Mas, a priori, o TED ou DOC realizado de forma presencial custa 19,20, a transação.

Enquanto o TED ou DOC eletrônico, que é por autoatendimento, custa 10,30 a transação. Verifique, além do código Santander, o valor correto no momento da transferência para não pagar a mais.

Quando qualquer pessoa faz uma viagem internacional, o principal aspecto que a ser pesquisado é o valor do câmbio. Isso porque existem diferentes taxas de câmbio, e isso muda de acordo com a moeda local do país no qual o indivíduo vai conhecer.

Nesse sentido, se você for fazer uma viagem internacional, não deixe de avaliar qual é a moeda do país e também o seu valor a fim de fazer a medição da taxa de câmbio. Desse modo é possível fazer a conversão da forma correta, e mensurar de forma mais precisa o valor da moeda e o quanto irá gastar na viagem.

Isso é essencial para fazer uma viagem internacional mais em conta e com valores mais acessíveis, afinal nada melhor do que colocar todos os gastos no papel e descobrir o real valor das despesas de uma viagem.

Para te ajudar, no artigo de hoje separamos algumas informações sobre a medição da taxa de câmbio. Então, confira e saiba mais!

Por que medir a taxa de câmbio?

É necessário pedir a taxa de câmbio para ter uma ideia do valor gasto durante a viagem. Ao final dela é possível mensurar as despesas e os custos que teve ao longo dos passeios e dos divertimentos em atrações turísticas. Assim é possível colocar na caderneta tudo o que foi gasto.

Afinal, como é possível medir a taxa de câmbio?

Para fazer a mensuração da taxa de câmbio é necessário definir quanto vale o real em relação à moeda do país no qual você irá viajar. Por exemplo, nos últimos tempos, 4,00 reais equivaliam a 1,00 dólar.

Ou seja, a cada 1,00 dólar gasto, você estaria gastando 4,00 reais. Essa mensuração é muito importante, portanto, ao fazer compras no exterior faça a conversão da moeda!

Pensado como uma oportunidade para economizar dinheiro de maneira rápida e fácil na compra de produtos e serviços, o cupom de descontos ganha espaço por aqui, assim como o e-commerce de forma geral. Mas há curiosidades sobre esse instrumento que você talvez não conheça. Conheça mais sobre ele, sua história e seus números no Brasil e no mundo.

Internet revolucionou segmento de cupons e atraiu maior público para os descontos.

Curiosidades sobre cupons de desconto

1. Há dois séculos surgia o cupom de desconto

Ainda no século XIX, mais precisamente no ano de 1888, através das mãos do empresário americano Asa Candler, surgiam os cupons de descontos.

Eles nada mais eram que bilhetes de papel escritos a mão, oferecendo um copo grátis de Coca-Cola. Além disso, os cupons eram também divulgados em revistas.

Para muitos, Candler é considerado o homem responsável por transformar a Coca-Cola em um negócio rentável. Estima-se que, entre 1894 e 1913, um em cada nove americanos receberam um refrigerante com desconto, para um total de 8,5 milhão de bebidas gratuitas.

Ação promocional da Coca-Cola foi a percursora dos cupons de desconto no mundo.

2. Revolução digital

Muito tempo depois da grande ideia de Candler, em 1990, com o avanço da internet, os cupons começaram a ser baixados de forma on-line.

Mas foi somente 20 anos mais tarde que um um serviço fez esses bilhetes de descontos viraram a febre que são hoje em dia: os sites de compras coletivas. Esse canal aprimorou a ligação entre consumidores e empresas.

Os sites de compras coletivas passaram, então, a negociar descontos para a venda em grande quantidade de produtos e serviços. Atualmente, é possível adquirir cupons com mais de 50% de descontos.

3. Brasil entre os países que mais faturam com os cupons de desconto

Essa revolução digital nos mecanismos de descontos também chegou por aqui. Pesquisa promovida pela CupoNation, portal de cupons de desconto e ofertas online, apontou o Brasil como o quarto maior tíquete médio em aquisições online com cupons de desconto.

De acordo com o estudo, em 2014, esse segmento apresentou um faturamento de aproximadamente R$ 45 milhões no Brasil.

4. Cresce o número de buscas

Além do alto faturamento, as pessoas também estão procurando mais sobre o o serviço de cupons de desconto. De acordo com o Google, a busca por termos relacionados ao assunto no Brasil crescem cada vez mais.

Pesquisas relativas aos cupons de descontos são frequentes no Google.

Conheça o Cupom99

Gostou das curiosidades sobre os cupons de descontos? O que você acha, então, de aproveitar o crescimento desse segmento e economizar nas compras com as melhores promoções? A Cupom 99 oferece um serviço de cupons de descontos, oferecendo redução de preço em produtos de diversas empresas. Entre no site cupom99.com e saiba como você pode economizar cada vez mais em suas compras.

Deixe-nos saber o que achou deste artigo com curiosidades sobre cupons de descontos. Deixe seu comentário e compartilhe!

Você deseja fazer uma viagem internacional e obter um excelente cartão de crédito? Existem diversos cartões internacionais no mercado que podem te proporcionar tudo o que precisa e atender a todas as suas necessidades.

Você deseja saber quais são esses cartões de crédito? Para descobrir, confira a nossa lista a seguir, pois separamos os melhores cartões de crédito internacionais do mercado!

Cartão de crédito: renda de até R$ 1.500,00

Se você tem uma renda de até R$ 1.500,00, estes são os melhores cartões de crédito internacionais:

  • Ourocard internacional: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 234,00 (visa) ou R$ 252 (mastercard) e com renda mínima de R$ 800,00;
  • Itaucard internacional: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 202 (visa) ou R$ 183 (mastercard) e com renda mínima de R$ 800,00;
  • Santander Flex internacional: com bandeira mastercard; com anuidade de R$ 243,00 e com renda mínima de R$ 937,00;
  • Bradesco internacional: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 260,00 (visa) ou R$ 270,00 (mastercard) e com renda mínima de R$ 998,00;
  • Caixa internacional: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 207,00 e com renda mínima de R$ 1.000,00.

Cartão de crédito: acima de até R$ 1.500,00

Se você tem uma renda acima de R$ 1.500,00, estes são os melhores cartões de crédito internacionais:

  • Cartão de crédito Santander 123 gold: com bandeira mastercard; com anuidade de R$ 396,00 e com renda mínima de R$ 4.000,00;
  • Ourocard gold: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 354,00 (visa) ou R$ 372,00 e com renda mínima de R$ 2.000,00;
  • Itaucard 2.0: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade grátis se gastar um valor acima de R$ 100,00 todo mês e com renda mínima de R$ 2.000,00;
  • Bradesco gold: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 354,00 (visa) ou de R$ 369,00 e com renda mínima de R$ 2.000,00;
  • Caixa gold: com bandeira visa ou mastercard; com anuidade de R$ 321,00 e com renda mínima de R$ 1.500,00.

Escolha o cartão de crédito que mais se adequa às suas necessidades e faça a solicitação!

WhatsApp chat